BOYHOOD (2014) – [Atualizado]

Mais um filme recente e que disputará firmemente o OSCAR deste ano. Já é o vencedor do Globo de Ouro de melhor drama (premiação aconteceu no dia 11/01), e está concorrendo ao Oscar de melhor filme juntamente com “The Imitation Game”, “The Theory of Everything”, “Selma” e outros. Concorrerá também aos prêmios de melhor ator coadjuvante (Ethan Hawke), melhor atriz coadjuvante (Patricia Arquette), melhor diretor (Richard Linklater), melhor roteiro original, melhor edição de filme.

boyhood_capa

A história, a sinopse do filme é muito fácil: A vida do jovem Mason dos seus cinco anos de idade até os dezoito. Básico. É uma história comum sem nada de mais, então qual é a grande sacada desse filme? A primeira grande sacada do diretor foi ter usado os mesmos atores durante todo o período. Isso mesmo, ele filmou durante 12 anos consecutivos. Cada ano que passava ele filmava uma semana da vida de Mason,  você pode imaginar a paciência deste diretor ? Não é a toa que já levou o Globo de Ouro para melhor direção e imagino que no Oscar também seja o favorito já que é algo inovador. Ganhou o Globo de Ouro de melhor filme, mas não arriscaria dizer que vai ganhar o Oscar também (apesar de eu ter ouvido falar que os americanos se apaixonaram pela história), pois não é um filme tradicional o suficiente para o Oscar (meu palpite, posso morder a língua).

Além de ter tido muita paciência para dirigir esse filme, há muitos riscos de continuidade que podem ser levados em consideração. Tem o risco óbvio de acontecer algo com algum ator que o impossibilite de continuar na produção do filme, mas uma coisa que eu não consegui deixar de pensar foi “e se as crianças que atuam bem enquanto crianças, passarem a atuar mal ?” rsrsrs. É que, tem tanto filme que vemos com crianças e estas quando crescem se tornam péssimos atores.  Sei lá, fiquei pensando nisso.  Não achei que isso aconteceu no filme, ainda bem 🙂 Não é um filme com atuações muito fortes, só a Patricia Arquette que se diferencia, mas é o tipo de filme que não será  lembrado por atuações estarrecedoras.

Boyhood_1

Outra sacada do diretor foi justamente a de fazer uma história comum, sabe por quê? Porque você se identifica. Não com a história toda, é claro, mas com alguns acontecimentos ou algumas fases da vida dos personagens, por exemplo a fase Harry Potter! hahahahah 😀 Eu cheguei a conclusão com esse filme que o banal é interessantíssimo, me fez lembrar um pouco Beleza Americana. Pensando bem talvez leve o Oscar sim.

Uma linda viagem pelo tempo, é demais vê-los envelhecendo… é como se estivéssemos assistindo um seriado de anos e anos, condensado em 2horas e 45 minutos, uma sensação esquisita de familiaridade com o personagem, personagem este que você conhece desde os cinco anos, conhece cada fase da sua vida e acompanha a sua formação, a maneira como ele cria sua identidade até completar dezoito anos e ingressar na vida adulta. Algo realmente inusitado no mundo do cinema.

Boyhood_3

Spoilerzinho abaixo

Acho que a cena que mais gostei foi a conversa de Mason com seu pai sobre elfos e criaturas mágicas após sair de uma sessão de Harry Potter [24/01/15 – Para esclarecer, a conversa foi bem depois, não foi logo após o lance do HP, acho que no ano seguinte, é que eu relacionei com essa parte mágica do Harry Potter, e.. era uma sessão de entrega de livros, não do filme heheh]. A explicação que seu pai dá sobre a baleia, e como existem coisas mágicas nesse mundo, que na verdade são as coisas mais normais e lindas da natureza, foi bárbara, tão simples. Eu tinha pensado a mesma coisa na hora, não tinha pensado na baleia é claro, mas tinha pensado na natureza como um todo, vivemos realmente em um lugar mágico mas “tecnicamente não, não existem elfos”. ahahahahah Muito bom!! Essa frase de Ethan Hawke sobre os elfos, e a frase do Mason já adolescente sobre o Facebook sobre poder ir em frente com a vida após checar um status tosco postado por alguém no FB, que não faz diferença nenhuma para ninguém e ainda assim não paramos de rolar a barra para ver informações e posts inúteis, foram as melhores frases do filmes.

[24/01/2015 – Assistindo o filme de novo, queria adicionar um comentário sobre como o filme destaca as coisas importantes de cada ano, de cada época. Quando Mason é criança tem posters do Dragon Ball em seu quarto, sua irmã canta Britney Spears, depois aparecem cenas com aqueles computadores grandes e coloridos da apple, mais pra frente aparece a tecnologia do facetime, smartphones, Lady Gaga e etc. Por isso parece uma viagem no tempo mesmo, e nós nos identificamos com muitas passagens da vida dos personagens. Os diálogos foram muito bem bolados fazendo com que um filme de quase 3 horas não seja cansativo. E adorei todas as cenas com o pai (Ethan Hawke), que é um personagem interessantíssimo, ele é super natural e despojado ao mesmo tempo que tem ideais fortes e com certeza faz a diferença na formação da identidade dos filhos. Mason desde pequeno era questionador e sua forma de pensamento com o passar do tempo fica cada vez mais interessante, muito interessante mesmo, dá para viajar bastante rsrsrs]

Vale a pena assistir, é algo realmente novo no cinema e é uma ótima experiência. Espero que gostem:)

Frase # 1 : “No, technically no elves”. Frase #2: “…our lives can go on”

Boyhood_2

Diretor: Richard Linklater

Elenco: Ellar Coltrane, Ethan Hawke, Patricia Arquette…

IMDB: 8,3

Metascore: 100

Ano: 2014

165 minutos

Anúncios

Sobre Bea
Beatriz Marques Fabri, 26 anos. Louca por filmes e TV Resolvi que deveria começar a escrever um blog para trocar idéias com as pessoas sobre filmes e seriados interessantes, dar algumas dicas e conversar sobre isso que é definitivamente o assunto que eu mais amo na vida !!! https://temqueassistir.com/

2 Responses to BOYHOOD (2014) – [Atualizado]

  1. marly marques says:

    Realmente um filme e tanto!!!! É como se a gente estivesse fazendo parte daquela família, daquelas “questões” __ fazendo relações com as nossas questões do dia a dia ( mesmo elas sendo situações diferentes, são na essência muito semelhantes). Um filme simples e tão complexo __ pois como foi filmado ao longo dos anos com os mesmos atores, dá a nítida impressão de uma verdade plena do cotidiano. Não tem como não se identificar .
    A irreverência, a responsabilidade, os conflitos, as mudanças ao passar dos anos, todos esses valores muito bem colocados. Merecido o prêmio do Globo de Ouro.

    • Bia Fabri says:

      Simmmm, muito bom mesmo! Que bom que curtiu! 🙂 Mas tem outros filmes bons também esse ano e vale a pena dar uma conferida. Por enquanto indico “O jogo da imitação” e “A teoria de tudo” (ambos 29/01 no cinema). 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Hello, Professional Girl!

Personal and Professional Development for Millennials

The Lily Cafe

Where a bookish mom in SoCal writes

Inspiration: IRIS

motherhood, minimalism, music, movies and iris

Blog Dipano

Conheça um mundo melhor!

Melo e Mulkey

Melo e Mulkey

Achados & Escritos

The place where eagles dare

Stewartry

Book reviews and general nonsense

Séries Em Foco | Opinião é Tudo

Dicas, dicas e mais dicas! Cinema, TV e Cultura!

asaventurasdeulisses

O lugar onde Demódoco canta, dança e sapateia

RYOT GOMBA

Dicas, dicas e mais dicas! Cinema, TV e Cultura!

RYOT

Dicas, dicas e mais dicas! Cinema, TV e Cultura!

The Geek Anthropologist

An anthropological approach to all things geek

Crítica (non)sense da 7Arte

Blog com críticas de cinema

Clube de Cinema

Dicas, dicas e mais dicas! Cinema, TV e Cultura!

* Blog Elaine Gaspareto *

Dicas, dicas e mais dicas! Cinema, TV e Cultura!

LoGGado - Séries de TV, Cinema e muito mais!

Dicas, dicas e mais dicas! Cinema, TV e Cultura!

%d blogueiros gostam disto: